quinta-feira, 9 de abril de 2015

Batismo de Praxe


Eu sei, o ano ainda não acabou, mas posso dizer que já vivi um dos melhores momentos do meu primeiro ano na universidade. Não sei como descrever porque foi incrível. Já foi há duas semanas e juro que ainda me arrepio a ver as fotos e a lembrar-me do que foi dito e feito naquela noite!
A carta, a ansiedade, 'Claro que aceito pequerrucha!', o abraço, o ser molhada pelo tricórnio, o outro abraço, as fotos, a prenda, os outros abraços, as lágrimas, os tios, os avós, os primos, a família. Não sei, não tenho nenhuma palavra a não ser perfeito.
Etapas concluídas e ainda tantas por concluir. E 'mais do que criarem laços com os vossos padrinhos ou madrinhas e de termos as nossas famílias de praxe, não nos podemos esquecer da enorme família que somos, a família de psi!'.
Não me arrependo nada da escolha que tomei, porque 'nos tornamos para todo o sempre responsáveis por aquilo que cativamos'.
pode ser que escreva aqui pedaços da carta :)  

1 comentário:

  1. Desculpa, mas não vou mandar pedido, não quero revelar-me já quem sou. Espero que compreendas :/ Não contarei a ninguém quem és, fica guardado. É que andei a ser "ameaçada" por um anónimo por causa da minha identidade, e é mais por segurança...

    ResponderEliminar